Depois de 34 anos, maior evento internacional de suinocultura volta ao Brasil

24 de junho de 2022

Com seis sessões no Pré-Congresso, 20 sessões no Congresso, 40 expositores na feira de negócios e mais de dois mil profissionais da área de suinocultura inscritos, encerrou nesta sexta-feira (24), no Rio de Janeiro o IPVS2022. O Estado de Santa Catarina, maior produtor de suínos do Brasil, contou com a participação de diversos médicos-veterinários, entre eles membros do CRMV-SC, como a Conselheira M.V. Lauren das Virgens Ventura Parisotto e também uma das organizadoras, o Conselheiro M.V. César Augusto Barbosa de Macedo e a Presidente da Comissão de Saúde Única M.V. Vanessa de Medeiros Bonatelli.

A abertura oficial foi feita pela presidente do IPVS2022 Fernanda Almeida, que agradeceu união do setor para a concretização do evento. Foram 12 longos anos de trabalho para convencer a IPVS de que o Brasil teria condições de fazer um congresso de peso. Depois de tanta batalha, estamos aqui reunidos nesse espaço que surpreendeu a todos pela estrutura e pela beleza da cidade maravilhosa. Tudo isso é resultado da união da nossa classe em busca desse locomotiva chamada suinocultura , declarou.

Questões envolvendo meio ambiente, o aspecto social e a governança corporativa como um elo entre a ciência e as exigências do mercado suinícola mundial foram o centro dos debates, que contaram com a presença do Diretor de Relações Institucionais do IPVS2022, Diretor Executivo de Agropecuária e Sustentabilidade da JBS/Seara e Presidente do Sindicarne, José Antônio Ribas; o diretor comercial de mercado interno da Pamplona Alimentos Cleiton Pamplona Peters, que tratou da gestão de negócios suinícolas; a Diretora do Fundo JBS pela Amazônia Joanita Karoleski discorreu sobre a sucessão familiar, a liderança e o protagonismo das mulheres. Participaram ainda das discussões o Presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) Ricardo Santin, o Presidente da Cooperativa Central Aurora Alimentos, Neivor Canton e o CEO Global da JBS Gilberto Tomazoni.

Sanidade do rebanho em foco no Congresso

A programação do Congresso teve início nesta quarta, 22/6, com a realização de oito sessões, que têm a sanidade do rebanho suinícola como um dos principais focos. O tema Doenças Virais foi explorado com apresentações sobre vacinas e a vacinação contra o Síndrome Reprodutiva e Respiratória dos Suínos (PRRS), além de interface global entre humanos e suínos, com o vírus da Influenza A. Os antimicrobianos também voltaram ao centro das discussões, que trataram ainda de produção e inovação, imunologia e vacinologia, além da dificuldade no controle e características de doenças bacterianas.

COM INFORMAÇÕES DO PRESENTE RURAL